Pular

Preparo de Exame

Tema: Preparo de Exame

Pra que serve?

A audiometria é um exame que avalia a audição das pessoas. Quando detecta qualquer anormalidade auditiva permite medir o seu grau e tipo de alteração, assim como orienta as medidas preventivas ou curativas a serem tomadas, evitando assim o agravamento

Como é feito?

É uma avaliação simples. O paciente é colocado em uma cabine audiométrica com fones de ouvido, sendo orientado a reagir sempre que perceber a a presença de um som. È uma avaliação subjetiva, pois os achados obtidos dependem da colaboração do mesmo. Este exame só pode ser realizado por um fonoaudiólogo ou otorrinolaringologista, pois são estes os profissionais habilitados a orientar corretamente todas as etapas para a realização do procedimento

Preparo:

• Repouso auditivo de 14hs – evitar uso de fones de ouvido, ambientes ruídos, autofalantes e sons altos em geral
• Conduto auditivo pérvio – cerumen em excesso deve ser removido
• Se estiver resfriado, melhor remarcar o exame
• Se tiver exames anteriores trazer no dia da avaliação
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (se atendimento via plano de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (se atendimento via plano de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente a necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência

Pra que serve?

Assim como a audiometria tonal limiar, esta avaliação destina-se a determinar os limiares auditivos

Como é feito?

Dependendo da idade da criança conseguimos obtê-los através de uma observação comportamental frente aos estímulos sonoros (com a pesquisa através de instrumentos sonoros, sons ambientais e estimuladores visuais) ou mesmo através de uma avaliação condicionada (através de jogos de encaixe). Para tal, muitas vezes necessitamos que a criança retorne em diferentes momentos para que ocorra uma melhor cooperação. É fundamental que toda a avaliação seja realizada ludicamente, pois para a criança este momento deve ser prazeroso. A determinação destes limiares muitas vezes é aproximada, pois existe um processo de maturação da via auditiva: ou seja, um amadurecimento inclusive nas respostas da mesma

Preparo:

• Repouso auditivo de 14hs – evitar uso de fones de ouvido, ambientes ruídos, autofalantes e sons altos em geral
• Conduto auditivo pérvio – cerumen em excesso deve ser removido
• Se estiver resfriado, melhor remarcar o exame
• Se tiver exames anteriores trazer no dia da avaliação
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (se atendimento via plano de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (se atendimento via plano de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente a necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência

Pra que serve?

• Auxilia na avaliação auditiva de pacientes difíceis de testar (ou simuladores). Pacientes que, por sofrerem de doenças as mais variadas, podem apresentar dificuldade em responder adequadamente à audiometria convencional, mesmo aqueles simuladores podem ser detectados com facilidade
• Acompanhamento de pacientes tomando medicamentos ototóxicos
• Deficiência auditiva induzida pelo ruído. Exposição prolongada a ruídos nocivos podem provocar perdas auditivas progressivas, especialmente nas freqüências agudas, ao longo do tempo. Oexame possibilita observarmos alterações nas emissões otoacústicas antes mesmo de uma alteração audiométrico
• Na hidropsia endolinfática e D. de Menière: Tanto na hidropsia endolinfática, quanto na doença de Menière, as alterações cocleares podem ser reversíveis e, na fase aguda produzirem perdas auditivas especialmente em tons graves, sem lesão de células do ouvido interno. Deste modo, o audiococleograma poderá mostrar emissões com amplitudes dentro da normalidade ou discretas alterações na amplitude das respostas ao contrário da audiometria tonal

Como é feito?

O paciente é acomodado numa cadeira situada em uma sala silenciosa. É colocado um fone acoplado a um computador na orelha que emite sons e recolhe as respostas que a orelha interna. Os paciente são orientados para que permanecessem quietos durante a realização do exame, por se tratar de uma avaliação objetiva não dependendo das respostas do mesmo e a fim de evitar movimentos que possam interferir no exame

Preparo:

Nenhum preparo é necessário

Pra que serve?

Um dos sentidos mais importantes para o desenvolvimento completo da criança é a audição. O bebê já escuta desde o ventre materno, a partir do quinto mês de gestação, onde o bebê ouve os sons do corpo da mamãe e sua voz. Qualquer perda na capacidade auditiva, mesmo que pequena, impede a criança de receber adequadamente as informações sonoras que são essenciais para a aquisição da linguagem. Pode ser realizado já desde o segundo ou terceiro dia até o 3° mês de vida do bebê. Serve para avaliar o funcionamento da parte mais interna do ouvido, a cóclea

Como é feito?

O exame é feito colocando-se de um fone acoplado a um computador na orelha do bebê que emite sons de fraca intensidade e recolhe as respostas que a orelha interna do bebê produz. É realizado com o bebê dormindo, em sono natural, é indolor e não machuca, não precisa de picadas ou sangue do bebê, não tem contra-indicações e dura em torno de 10 minutos

Preparo:

• Não deixar dormir até a chegada ao hospital e deixar para alimentar o bebê no hospital (mamadeira ou peito)
• O exame será realizado com o bebê dormindo, sono natural
• Não pode estar resfriado, se estiver favor remarcar o exame
• Se tiver exames anteriores trazer no dia da avaliação (mesmo exame e / ou audiometria)
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (se atendimento via plano de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (se atendimento via plano de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente a necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência

Pra que serve?

• Também conhecida como impedanciometria, esta avaliação informa como está o funcionamento; ou melhor, a resistência oferecida pelo sistema do tímpano (membrana existente entre a parte externa e média da orelha). Nos dá informações sobre a ventilação e a equalização da pressão externa e interna na orelha media
• Nos fornece também, através da obtenção de reflexos da musculatura da orelha média, informações sobre o funcionamento de alguns nervos cranianos como o nervo facial por exemplo

Como é feito?

É um exame rápido e de fácil aplicação. Com o paciente sentado, é inicialmente provocada uma sensação, no ouvido examido, semelhante à pressão ao subirmos a serra ou viajamos de avião, porém em menor escala e tempo. Ouve-se no decorrer da avaliação uma seqüência de sons isoladamente em cada orelha para a obtenção dos limiares dos reflexos acima descritos. O paciente é instruído sobre estas sensações e não deve responder a nenhum estímulo, pois esta é uma avaliação objetiva; ou seja, não depende de respostas do paciente

Preparo:

• Repouso auditivo de 14hs – evitar uso de fones de ouvido, ambientes ruídos, autofalantes e sons altos em geral
• Conduto auditivo pérvio – cerumen em excesso deve ser removido
• Se estiver resfriado, melhor remarcar o exame
• Se tiver exames anteriores trazer no dia da avaliação
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (se atendimento via plano de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (se atendimento via plano de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente a necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência


Pra que serve?

• É uma avaliação otoneurológica que, destina-se a analisar o labirinto (parte da orelha interna responsável pelo equilíbrio) assim como os órgãos e sistemas envolvidos para o seu bom funcionamento
• Esta é uma avaliação que engloba uma bateria de exames que objetivam uma análise da função do labirinto e a determinação de possíveis lesões. Cada parte da avaliação destina-se a investigar uma função do próprio labirinto ou dos sistemas associados proporcionando um melhor estudo de cada alteração. Os resultados obtidos proporcionam ao médico otorrinolaringologista um diagnóstico preciso quanto ao tipo de alteração apresentada, bem como a localização que pode afetar uma ou ambas orelhas ou outras estruturas afins

Como é feito?

• Para a realização da avaliação, são colocadas alguns eletrodos próximos dos olhos, pois são eles que irão traduzir o que se passa em nosso labirinto. A utilização destes não causa nenhuma dor ou desconforto
• Durante todas as provas da avaliação, o paciente é orientado sobre o teste
• Para que possamos obter um registro fiel e sem interferências, os olhos devem estar relaxados e o rosto deve ficar sereno para não impedir ou atrapalhar os mesmos
• Cada prova dura em torno de 20 a 60 segundos

Preparo:

• O preparo do paciente para a realizaçaõ desses testes é parte muito importante pois existem substancias e alimentos que atuam sobre os reflexos que serão estudos durante o exame podendo fornecer informações que não são reais, mas sim o resultado de seus efeitos sobre os mesmos, o que altera todo o raciocínio do exame e atrapalhará o tratamento a seguir
• O preparo deve se iniciar 2 (dois) dias antes da data marcada do exame
    • 2 dias antes:
       • Suspender todo tipo de medicação possível mantendo apenas aquela relacionadas a pressão, convulsões, coração, pressão, diabetes, tireóide
       • Não ingerir:
          • Café
          • Chocolate
          • Chá de mate ou chá preto
          • Chimarrão
          • Refrigerantes ou bebidas alcoólicas
       • Não fumar
    • No dia do exame:
       • Fazer refeição leve, mantendo o jejum de 4 horas
       • Comparecer acompanhado, se possivel
       • Não utilizar cremes ou maquiagem na região do rosto
       • Se tiver exames anteriores ou audiometrias anterioes, trazer no dia da avaliação
       • Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (se atendimento via plano de saúde)
       • Atentar para prazo de validade do pedido médico (se atendimento via plano de saúde)
       • Consultar o seu convênio/plano de saúde referente a necessidade de autorização
       • Chegar com 20 minutos de antecedência
       • Pacientes que usam óculos ou lentes de contato devem trazê-los
• Em caso de dúvidas sobre o preparo, é sempre melhor entrar em contato conosco

Pra que serve?

Avaliar o funcionamento do esfíncter velo-faringeo e as etapas da fase oral da deglutição através da ingestão de preparado liquido/pastoso/solido durante o exame

Como é feito?

O exame é realizado com o paciente sentado utilizando-se ótica flexível introduzida lentamente pela narina até o fundo do nariz quando se pede ao paciente para engolir um preparado líquido/pastoso e podemos observar o fechamento do anel velo-faringeo e avaliar a fase oral da deglutição nas diferentes consistências de alimentos

Preparo:

• Se desejar, trazer DVD-R virgem para gravação das imagens
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (só para atendimento via plano de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (só para atendimento via plano de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente à necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência

Pra que serve?

• Avaliar o funcionamento do esfincter velo-faringeo (entre o nariz e a garganta)
• Avaliar estreitamentos no rino-orofaringe através da Manobra de Müller.

Como é feito?

O exame é realizado com o paciente sentado utilizando-se ótica rígida 4mm/30° ou com ótica flexível introduzida lentamente pela narina até o fundo do nariz quando se pede ao paciente para engolir um preparado líquido/pastoso e podemos observar o fechamento do anel velo-faringeo

Preparo:

• Se desejar, trazer DVD-R virgem para gravação das imagens
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (só para atendimento via plano de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (só para atendimento via plano de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente à necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência

Pra que serve?

Em adultos:
    • Avaliação estruturas da base da língua, hipofaringe e da laringe
    • Avaliação da emissão vocal e patologias das pregas vocais
    • Avaliação dos reflexos de fechamento glótico
    • Avaliação da laringe posterior nas suspeitas de refluxo laringo-faringeo
    • Avaliação dos primeiros anéis traqueais
Em crianças:
    • Deve ser realizado com fibra flexível: vídeo-faringo-laringoscopia ou videolaringoscopia com endoscópio flexível, precedida necessariamente pela nasofibroscopia flexivel

Como é feito?

O exame é realizado com o paciente sentado utilizando-se ótica rígida 4mm/30° ou 8mm/70°. É realizado pela boca não havendo introdução dos aparelhos na garganta profundamente

Preparo:

• Alimentação leve ou jejum de 1 hora antes da realização do exame
• Se desejar, trazer DVD-R virgem para gravação das imagens
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (só para atendimento via plano de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (só para atendimento via plano de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente à necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência

Pra que serve?

• Permite visualizar todos os recessos e reentrâncias nasais bem como avaliar a existência de desvios septais profundos, tamanhos e posicionamento das estruturas nasais, além das secreções, massas ou pólipos. Permite ainda avaliarmos a tuba auditiva, canal que liga o ouvido ao nariz, e a rinofaringe que é a porção mais alta da via aérea respiratória
• É similar ao exame com a otica rigida, entretanto é recomendado para crianças tendo em vista a flexibilidade do aparelho

Como é feito?

O exame realizado com o paciente sentado introduzindo-se lentamente uma fibra ótica flexível de 4 mm de diâmetro

Preparo:

• Se desejar, trazer DVD-R virgem para gravação das imagens
• Em casos de crianças é necessária a presença de um adulto ou responsável, para auxiliar a realização do exame
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (só para atendimento via planos de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (só para atendimento via planos de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente à necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência


Pra que serve?

Devido sua visão angular, podemos visualizar todos os recessos e reentrancias nasais bem como avaliar a existencia de desvio septais profundos, tamanho e posicionamento das estruturas nasais, além das secreções, massas ou pólipos. Permite ainda avaliarmos a tuba auditiva, canal que liga o ouvido ao nariz, e a rinofaringe que é a porçao mais alta da via aérea respiratória

Como é feito?

O exame realizado com o paciente sentado introduzindo-se lentamente uma fibra ótica rígida de 4mm/30° pela narina até o fundo do nariz. É um exame rápido com duração de cerca 1 a 2 minutos

Preparo:

• Se desejar, trazer DVD-R virgem para gravação das imagens
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (só para atendimento via plano de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (só para atendimento via plano de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente à necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência

Pra que serve?

• Avaliação estruturas da base da língua, hipofaringe e da laringe
• Avaliação da emissão vocal e patologias das pregas vocais
• Avaliação dos reflexos de fechamento glótico
• Avaliação da laringe posterior nas suspeitas de refluxo laringo-faringeo
• Avaliação dos primeiros anéis traqueais
• Em crianças, é a única maneira de se visualizar a laringe em movimento e a emissão vocal

Como é feito?

• Necessariamente é precedida da nasofibroscopia flexivel. Muito utilizada em pacientes adultos que possuem o reflexo do vômito muito exacerbado e não suportam a videolaringoscopia pela região oral
• O exame é realizado com o paciente sentado utilizando-se ótica flexível introduzida lentamente pela narina até o fundo do nariz, descendo o rinofaringe até a laringe obtendo visão ampla e panorâmica da região podendo aproximar-se de lesões laríngeas em casos de dúvidas

Preparo:

• Alimentação leve ou jejum de 1 hora antes da realização do exame
• Se desejar, trazer DVD-R virgem para gravação das imagens
• Trazer pedido médico, RG, Carteira do convênio (só para atendimento via plano de saúde)
• Atentar para prazo de validade do pedido médico (só para atendimento via plano de saúde)
• Consultar o seu convênio/plano de saúde referente à necessidade de autorização
• Chegar com 20 minutos de antecedência