Pular

Dúvidas Frequentes Voltar

Tema: Nariz

Sim. As crianças podem apresentar desde perdas ocasionadas por excesso de cera até perdas mais graves, do tipo neuro-sensoriais. Entretanto, crianças pequenas, principalmente quando os pais são fumantes ou ao iniciar em creches ou apresentarem infecções de garganta/ sinusites de repetição, alergias, asma, ou ainda alguns tipos de deficiência na imunidade (defesa), ou até mesmo que se alimentam com mamadeira deitados, podem apresentar levar ao preenchimento da orelha média por líquido que pode ser até muito espesso como uma cola. Este líquido provoca uma perda auditiva do tipo condutiva. Este é um tipo de otite chamado: otite média serosa que pode ocasionar atraso no desenvolvimento da linguagem, baixo rendimento escolar, visto que não escutam adequadamente, além de apresentarem sinais que podem facilmente ser identificados pelos pais, como assistir à televisão com som alto, não responderem aos chamados, dentre outros.
Outros tipos de perdas auditivas também podem ocorrer em crianças como aquelas causadas por doenças infecciosas durante a gestação, doenças congênitas genéticas, dentre outras.

Turbinectomia é a cirurgia para a redução dos cornetos nasais. Em Inglês estas estruturas se chamam "turbinates", daí o nome. Mas é um procedimento em que fragmentos da mucosa dos cornetos são retirados em casos de obstrução nasal. Preferimos a realização das turbinoplastias, ou remoção de fragmentos com debridador, instrumento que o Sinus Centro dispõe e que potencialmente pode melhorar o período de cicatrização e pós-operatório do paciente.

A chamada septoplastia é um procedimento realizado sob anestesia geral. Não há incisões ou cicatrizes externas e o Otorrinolaringologista com auxílio de endoscópio ou de luz frontal retira o segmento desviado do septo nasal.

O tratamento é relativamente simples, mas é preciso acompanhamento e orientações de médico Otorrinolaringologista. Para sinusites virais, que são a maioria dos casos, não é necessário o uso de antibióticos. Geralmente o Otorrinolaringologista examina e prescreve medicações sintomáticas, ou seja, remédios para os sintomas do paciente, como analgésicos, anti-inflamatórios locais (sprays nasais) e outros.
Caso a sinusite seja bacteriana, e isto é diagnosticado pelo Otorrinolaringologista, é necessário o uso de antibióticos, dependendo do tipo de antibiótico utilizado por 14 até 21 dias, juntamente com anti-inflamatórios locais, que são os sprays nasais, ou sistêmicos, lavagens nasais com soro e outros. É muito importante evitar a auto-medicação. Estamos enfrentando problemas com a resistência bacteriana por conta de uso indiscriminado de antibióticos.
Felizmente, na grande maioria dos casos as sinusites melhoram após o uso da medicação adequada, mas em alguns casos não. A pessoa pode ficar com sintomas por várias semanas ou meses ou mesmo apresentar alguma melhora temporária, mas voltar a ter sintomas logo em seguida. Nestes casos, que chamamos de sinusites crônicas, ou sinusites recorrentes, às vezes há indicação de cirurgia.

Depende. A grande maioria de nós tem desvio no septo do nariz, que é uma estrutura de osso e cartilagem que separa as duas cavidades nasais. Se este desvio não incomoda, não é necessária a realização de cirurgia para correção. Mas se o desvio do septo provocar obstrução do óstio de drenagem do seio paranasal ou se provocar obstrução nasal, pode ser que seja necessária a realização de cirurgia.

Se for realizada apenas a septoplastia, é bastante incomum. Já se for realizada a rinoplastia é bastante provável que haja hematomas no rosto, principalmente se for necessária a fratura do nariz para a cirurgia.

Sim. Temos vários pacientes com sinusite após implantes dentários. Os implantes, extremamente importantes, podem ocasionar em alguns casos, sinusite crônica na região do seio maxilar, que é totalmente tratável. Por isto, antes da realização do implante, é interessante uma avaliação com médico Otorrinolaringologista.
També há pacientes que têm alterações anatômicas associadas e isto, como veremos, pode também desencadear sinusites. Há também os pacientes com pólipos nasais, dentre outros.

Sinusite é a inflamação da mucosa dos seios paranasais e rinite a inflamação da mucosa do nariz. Atualmente adota-se o termo rinossinusite como termo mais adequado quando queremos nos referir ao estado inflamatório que envolva os seios paranasais, isto porque nesses casos, sempre ocorre um envolvimento da mucosa da cavidade nasal associada. A rinite pode ocorrer sem o envolvimento dos seios paranasais, mas a maioria absoluta das sinusites acontecem em conjunto com quadros de rinite.m

São espaços cheios de ar encontrados em alguns dos ossos da face: o osso frontal (na testa), nos ossos maxilares (bochechas), nos ossos etmóides (entre os olhos e o nariz) e no osso esfenóide (no centro da cabeça). Eles se "comunicam" com o nariz através de pequenos orifícios de drenagem e ventilação. Não se sabe a real função destas estruturas, mas estas estruturas podem causar problemas para nosso corpo, principalmente quando ocorre obstrução dos seus canais de drenagem.

A sinusite é a inflamação da mucosa dos seios da face. Quando há uma inflamação em qualquer parte de nosso corpo acontecem algumas alterações inflamatórias. Por exemplo, quando você bate sua mão com força acidentalmente em algum lugar a mão fica inchada, vermelha e dói. Esta é a tríade clássica da inflamação. No nariz e nos seios da face é basicamente a mesma coisa, ou seja, quando há uma reação inflamatória, por alguma razão, a inchaço da mucosa, e secreção maior de muco. Este inchaço provoca o "fechamento" temporário daqueles pequenos canais de drenagem e ventilação dos seios da face. A secreção que é produzida dentro destes seios acaba ficando retida e há uma desregulação da pressão do ar no seios da face, o que gera aquela sensação de dor e pressão facial. Esta secreção também pode ser contaminada com bactérias ou até mesmo fungos, causando sinusites mais severas.

Sim. A septoplastia é a cirurgia funcional, ou seja, ela melhora potencialmente a função do nariz. Já a rinoplastia é a cirurgia estética do nariz. Pode ser realizada em conjunto, a chamada rinosseptoplastia. Hoje em dia é muito comum tanto cirurgiões plásticos como Otorrinolaringologistas terem formação para a realização destes procedimentos. Às vezes também o cirurgião plástico realiza a rinoplastia e um Otorrinolaringologista, a septoplastia. Mas é possível a realização destes procedimentos em conjunto.

Não. Mas é bem mais comum encontrarmos uma pessoa que sofre de rinite com sinusite associada, principalmente naquelas rinites do tipo alérgicas.
Nestas rinites alérgicas a poeira, o pó, o pêlo ou penas de animais, bem como outros poluentes ficam presos na mucosa nasal. Em pessoas sem rinite alérgica, o próprio muco do nariz, produzido de forma natural, limpa estas particulas, mas em pessoas que têm rinite, o organismo não vê estas partículas como coisas inofensivas, mas sim como agentes agressores. Então o corpo começa uma reação inflamatória para tentar expulsar estas partículas.